Resumo da leitura bíblica. GÊNESIS 1 - O RELATO DA CRIAÇÃO CONFIRMADO NAS OBSERVAÇÕES ESPACIAIS.


Júpiter, Netuno e a Lua Titã (satélite de Júpiter) se encontram em condições similares à Terra nos seus 3 primeiros dias da Criação. 

Encontramos inicialmente no relato do Gênesis, um corpo planetário sem forma e vazio;  a seguir um Planeta com um núcleo rochoso envolto por um oceano; mais adiante um Planeta com a Terra exposta, mas com oceanos e rios limitados; e por fim o Planeta habitado,  por plantas, e posteriormente por animais e humanos.

Considerando estas fases que ocorreram até o nosso Planeta se tornar habitável, notamos que existem outros planetas em nosso Sistema Solar que são modelos estruturais da Terra quando ainda estava sendo criada. 


Júpiter - A Terra no 2o dia da Criação


O relato bíblico afirma que apesar de vazio (sem vida) havia um abismo, ou profundezas de um extenso oceano, e que o próprio Criador passeava sobre a face das águas. Quando Deus separa as águas, nos oferece um quadro do Planeta no dia anterior – com um núcleo rochoso, recoberto por uma atmosfera caótica de líquidos.


Esse é um quadro exato do planeta Júpiter - com um núcleo rochoso, recoberto por uma atmosfera caótica de gases.


O que ocorreu no 2o dia da Criação foi uma organização da estrutura que existia como atmosfera primordial no Planeta. A primeira coisa que Deus regulou no Planeta foi a Gravidade.“E disse Deus: Haja um firmamento no meio das águas, e haja separação entre águas e águas”. Gênesis 1:7.  

Regulando essa força, a estrutura gasosa e líquida que dava uma característica disforme, pôde ser organizada e fazer-se então a “separação de águas e águas”. Com a Gravidade puxando o elemento líquido para a superfície e gravitando os gasosos, pôde-se divisar o ´Firmamento´.

Nossa atmosfera que antes possuía água “por baixo do firmamento ... e por cima do firmamento”, se estruturou em camadas divisadas pela força gravitacional. Hoje sabemos que nossa Atmosfera possui 5 camadas: troposfera (15km), estratosfera (15 a 50 km), mesosfera (50 a 80 km), termosfera (80 a 500 km) e exosfera (acima de 500 km). 

Por toda essa extensão até a mesosfera a água pode ser encontrada na forma de nuvens ou de vapor de água. Mas átomos de hélio (9,5%), oxigênio (89,5%) e nitrogênio (3%), compõem a Exosfera que é a parte exterior de nossa atmosfera, ao espaço.  

Foi a essas camadas que Deus chamou de firmamento. Deus, provavelmente, em seguida estabeleceu a Pressão Atmosférica; ela é o peso das moléculas de gases (O2, N2, CO2, H2O em vapor etc).

A Pressão Atmosférica é responsável pela manutenção do sistema hídrico no planeta. A água ferve a 100 graus Celsius, e isso se dá a uma PA de 1 ATM. Essa lei garante que o a radição solar sobre a superfície dos mares e rios garanta uma evaporação equilibrada a fim de que haja chuva e orvalho sobre a Terra.

A temperatura do Planeta também é mantida em equilíbrio com a atmosfera de gases; essa camada de moléculas distribuida gradativamente sobre a esfera do planeta, garante que a irradiação dos raios solares incida sobre as moléculas de H20 e distribua uniformemente o calor dos raios solares.

A incidência de radiação UV, IV (Infra Vermelho) e outras radiações sobre o planeta, são 'filtradas' pela atmosfera através de gases como o Ozônio, que garantem que as moléculas destes e outros gases absorvam o impacto dessas radiações.

Esses e outros mecanismos atmosféricos foram estabelecidos no 2o dia da criação do planeta.

Netuno - A Terra no 3o dia da Criação


Netuno, estruturalmente descrito, possui um núcleo rochoso de aproximadamente 16 mil km de diâmetro (um pouco maior que o da terra), recoberto por um grosso oceano de gelo. Por cima dessa superfície sólida há uma atmosfera à base de Hidrogênio, hélio, Metano e Amônia.

O que confere essa camada de gelo espessa ao planeta é a distância do sol - 4,95 Bilhões de km, recebendo pouca energia e calor.

Agora imagine Netuno a uma distância ideal do Sol, para liquefazer seu oceano congelado, e teríamos um quadro da terra no 2o dia da Criação. Obviamente por ter uma atmosfera de composição diferente a da Terra, e um oceano que não se compõe de água, a dinâmica do Planeta não seria idêntica.

Netuno com seu núcleo rochoso e seu oceano (embora congelado) e sua atmosfera com ventos e nuvens, nos dão uma comprovação científica satisfatória.


Nenhum Planeta ou Corpo Celeste possui rios e oceanos liquefeitos; uns por não possuírem atmosfera e o vácuo não permitir a permanência de qualquer outro elemento líquido no mesmo; a maioria dos outros, por estarem distantes do Sol, e assim qualquer elemento líquido se apresentar congelado.


Encontramos modelos estruturais semelhantes ao da Terra no 3o dia, embora em condições particulares a cada Planeta. 


Titã - 3o dia da Criação - após a separação das águas


Titã uma das Luas de Saturno, é a sensação dos Cientistas na busca por vida extraterrestre, devido ao seu modelo estrutural parecido com a Terra. Possui uma densa atmosfera, envolta com nuvens espessas, oceanos e mares de Metano líquido e até lagos entrecortados de montanhas. 

Um pouco maior que a nossa Lua, Titã se fosse composta de água seria similar à Terra no início do 3o dia da Criação; atmosfera com nuvens, sistemas irrigatórios, e grandes sistemas formados de líquidos.

Titã é muito similar à Terra no 3o dia da Criação, ao ponto de ter nuvens e evaporação de líquidos.

Apesar da distancia de Titã em relação ao sol não permitir liquefação de qualquer elemento, ela possui atividade vulcânica muito intensa, e sua atmosfera é aquecida o suficiente para garantir essa fluidez do metano.

A estrutura de Titã nos da evidencia de que o relato do Gênesis ao 3o dia, é viável até em nossos dias, pois essa lua permanece no mesmo modelo estrutural nesta fase em que se encontra.


Conclusão 

Há modelos estruturais no Sistema Solar que confirmam o relato oferecido da criação do planeta Terra. O relato é viável e plenamente plausível, porque planetas e satélites se encontram nas mesmas condições que o planeta Terra passou em suas fases da criação.



CRÉDITOS:ESTUDO FEITO POR: http://ciencianabiblia.blogspot.com.br/  Pastor 

Resumo da leitura bíblica. GÊNESIS 1 - O RELATO DA CRIAÇÃO CONFIRMADO NAS OBSERVAÇÕES ESPACIAIS. Resumo da leitura bíblica. GÊNESIS 1 - O RELATO DA CRIAÇÃO CONFIRMADO NAS OBSERVAÇÕES ESPACIAIS. Reviewed by Katia Pereira on 08:53 Rating: 5

Um comentário:

Pergunte, critique, elogie (honras e glórias a Deus). Deus lhe abençoe!

Tecnologia do Blogger.