Estudos Bíblicos, Notícias, Aconselhamento Online e Muito Mais!

PROJETO REGULAMENTA ATIVIDADE RELIGIOSA; LEI IMPEDIRIA ATÉ JESUS DE PREGAR NO BRASIL

imagem materia - PROJETO REGULAMENTA ATIVIDADE RELIGIOSA; LEI IMPEDIRIA ATÉ JESUS DE PREGAR NO BRASIL


Nem Jesus Cristo seria autorizado a pregar o Evangelho no Brasil moderno se o projeto de lei do senador Telmário Mota fosse aprovado. O Gospel Prime traz com exclusividade o teor da proposta que está no Senado.

Telmário Mota é senador pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista) de Roraima. Aos 56 anos, ele está apenas no primeiro mandato no Senado.

Telmário apresentou o projeto de lei 123/2015, cujo objetivo é “regulamentar a atividade de ministro de confissão religiosa e carreiras afins”. O projeto diz o que um ministro religioso pode ou não fazer.

A redação do projeto começa estabelecendo que qualquer ministro religioso – o que incluí pastores e padres – tem que ter no mínimo o ensino fundamental para exercer suas funções.

“E como fica aquele pastor humilde que vive no interior do Amazonas, em uma região onde nem sequer existe escola, mas que conduz uma igreja grande, onde prega há 20 anos?”, questionou o senador Magno Malta.

O projeto de lei elenca as atribuições do ministro religioso, estabelecendo o que padres e pastores podem ou não fazer no Brasil:

“Não li no projeto, por exemplo, que o ministro religioso pode pregar o Evangelho para um crackeiro na rua. Então, se esse projeto de lei for aprovado e um pastor for pego pregando na rua, ele estará fazendo algo ilegal?”, completou o presidente da Frente da Família e da Vida.
Autorização de entidades

O ponto que talvez seja o mais polêmico do projeto de lei se situe no artigo nº 06 da redação que estabelece que “a comprovação da condição de Ministro de Culto, Pastor, Reverendo ou Ministro do Evangelho será feita pela Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil (OMEB)”.

No parágrafo seguinte, o projeto estipula que “a comprovação da condição de Dirigente Espiritual será feita pelas “Confederações ou Federações”. Jesus, como se sabe, não pertencia a qualquer organização religiosa.

A posição do senador Magno Malta é a de que não se regula o que é “irregulável”. Para o senador evangélico, não se pode regulamentar uma atividade que transcende as categorias profissionais e técnicas.

“Vamos trabalhar para impedir que isso seja aprovado. Chamado é chamado; missão é missão. Não se pode colocar o chamado pastoral dentro de uma caixa e estabelecer quem é ou não vocacionado”, disse. Confira o projeto na íntegra clicando neste link.


Via: Gospel Prime

Similar Articles

Resumo do Evangelho Segun... Autor: Mateus, cobrador de impostos (Lucas 5.27) (um tipo de servidor público), falava fluentemente o grego e o aramaico. Por ser um cobrador de impostos talvez possuísse
Algumas verdades sobre os... Primeiro, como sempre é visado em nosso blog, que todos os estudos que consiste em trazer verdades sobre quaisquer tipo de assunto, a nossa intenção sempre foi
Quem é Jesus? O Cristo.          A pessoa de Cristo é estudada na matéria cristologia, como Jesus sendo o Cristo, Ele no caso seria o “objeto” de estudo desta
A cruz me salvou Esta cena me salvou: A imagem de Cristo na Cruz Um de meus amigos ia todo dia à noite nadar numa piscina coberta. Sempre via um homem
Masturbação – con... Creio que quase todo jovem cristão já enfrentou ou enfrenta problemas nessa área. Por isso creio poder me familiarizar com muitos jovens (e também adultos) que lerão
Caderno de oração, mais... Você já conhece o nosso Caderno de Oração? Ainda não? Pois bem! Nosso caderno de oração tem como intuito a oração, uns pelos outros, pois unidos somos
SOBRE O DISCURSO DE NETAN... Em um mundo dominado pelo politicamente correto, onde qualquer modo de falar já é interpretado como crime contra os Direitos Humanos (mesmo se tratando contra criminosos) fica
Profecias cumpridas na cr... Jesus foi abandonado Ó espada, desperta-te contra o meu pastor, e contra o homem que é o meu companheiro, diz o Senhor dos Exércitos. Fere ao pastor,
ABORTO | EM DEFESA DO INO...     Apesar das Escrituras não tratar de forma especifica da questão do aborto, não há dúvida que considera um feto uma vida plenamente humana. Essa vida
Oração, contato direto ... “Orou outra vez, e o céu enviou chuva, e a terra produziu os seus frutos.”(Tiago 5: 18) Não existe outro caminho para aproximação à Deus, sem ser

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *