Estudos Bíblicos, Notícias, Aconselhamento Online e Muito Mais!

Referências Históricas Romanas a respeito de Jesus Cristo.

oo - Referências Históricas Romanas a respeito de Jesus Cristo.

        A Bíblia por si só já é um documento histórico válido a respeito da pessoa histórica de Jesus, e não só de Jesus mais de muitos outros que a mesma relata. Porém há algumas pessoas que tendem a resistir a mesma por a mesma contar histórias a respeito de Jesus, e não de próprio Jesus ter falado sobre si mesmo. Mas isso não tira o valor histórico tanto da Bíblia quanto também de Jesus Cristo, que ademais é o nome mais discutido, historicamente falando.
       O estudo aqui não tem a intenção de comprovar a existência de Jesus, mas de apenas relatar o que já é discutido. Até por que acreditar que Jesus existiu, é apenas uma reação da fé pessoal de cada um de nós.
Encontramos fora da Bíblia referências sobre Jesus, um livro muito conhecido “A História dos Hebreus” do historiador Flávio Josefo (37-100 a.C), menciona por várias vezes Jesus e também sobre como era a vida dos cristãos primitivos na época. (Logo trarei um estudo sobre estas referências).
Mas as referências que darei aqui serão de autores romanos que viveram próxima a época de Jesus Cristo, ainda entre seus discípulos, todos eles escreveram entre 80 a 85 depois da morte de Jesus. Mas porque as referências romanas tem importância? Por que como Jesus era judeu, e foi o fundador do Cristianismo, as fontes romanas por sua vez não tem ligação religiosa, por tanto os autores romanos escreveram sem interesse religioso, queriam apenas relatar fatos que estavam acontecendo em suas épocas. 
       Plínio, o Jovem. Seu avô também chamado Plínio, o Velho,  o chamavam assim justamente por terem o mesmo nome, era uma forma de saber de quem se tratava. Pois os dois eram autores romanos. Plínio, o jovem por sua vez era também governador da província romana de Bitínia e Ponto, na Ásia menor (hoje a Turquia). O avó de Plinio, era administrador romano, morreu em 79 EC quando se aproximara do vulcão Monte Vesúvio, em erupção, envenenado pelos vapores, tinha ido lá para pesquisar. Plínio, o Jovem, também tinha ido, mas de uma distância menos perigosa. 
Plínio, o Jovem, escreveu várias cartas para o Imperador Trajano, pedindo conselhos de como governar sua província. Ele menciona, não sobre Jesus diretamente, mas sobre grupos cristãos que estavam se reunindo para ceiar. Uma lei havia sido promulgada, proibindo que as pessoas não mais se reunissem em grupos, era temido que as pessoas se reunissem por motivos políticos para de alguma forma prejudicar o governo com suas ideologias. Tanto que nem as brigadas de incêndio poderiam mais se reunir, aldeias inteiras estavam queimando por conta dessa lei, que logo tornou-se um peso para as autoridades romanas.  Na carta 10,  Plínio fala a respeito do problema dos incêndios que estavam se tornando constantes e sem fim. Ele, ainda na carta 10, menciona um grupo chamado cristãos ou a “comunidade cristã”, acusa a comunidade de estarem se reunindo-se ilegalmente pelas manhãs, para se alimentarem, e acusa os cristãos de estarem praticando canibalismo, pois os cristãos comiam a Carne e tomavam o Sangue de Jesus, (na ceia). Ele diz mais: “cantam hinos de louvor a Cristo como a um deus”. Nota-se que Plínio não tinha conhecimento dos rituais que eram praticados pelos cristãos primitivos, pois o mesmo ao escrever sua carta, não demonstrou conhecimento do que era a Santa Ceia, praticada pelos cristãos. Isso denota que ele apenas tinha conhecimento que existia um grupo religioso chamado cristãos criam em alguém chamado: “Cristo”, que praticada o “canibalismo”, coisa que até hoje é de se causar espanto, o canibalismo. No Cristianismo há dois tipos de rituais universalmente aceitos, o batismo e a Santa Ceia, que é um memorial referente a morte de Cristo onde nós comemos o pão (o corpo) e o vinho (o sangue de Cristo).
       Percebe-se que os cristãos primitivos entendiam que Jesus era Deus, que não negavam a divindade dele. “Por que nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade”. Colossenses 2:9 Jesus é Deus!
Percebe-se também que Plínio, não menciona o nome “Jesus”, mas sim seu cognome. É possível que Plínio, se quer soubesse da existência de Jesus, é aceitável que ele pensasse que Jesus era um deus, o deus da comunidade, religião cristã. Contudo, com a clara evidência de que os cristãos eram grupos comuns pouco tempo antes da morte de Cristo (80-85 EC), fica claro que havia cristãos adorando a Jesus na Ásia Menor, denota que referências cristãs estavam certas e afirmar que haviam cristãos ali.
É bem verdade afirmar que as referências de Plínio, o Jovem, não são suficientes para averiguar-mos com mais riqueza, nem detalharmos muito. A referência é insuficiente, nos prova apenas que haviam cristãos adorando a um homem (que Plinio disse ser como um deus), Cristo. 


Próxima parte do Estudo falará sobre outros autores romanos que indireta e outros diretamente falam a respeito da pessoa, da divindade, ou de pessoas que professavam sua fé em Jesus Cristo no primeiro século d.C

Estudo feito por: Kátia Pereira, 21 anos, dona do Blog Evangélico, dona do Biblia-online.tumblr.com onde a mesma aconselha jovens.
Siga-me em meu Instagram pessoal: https://instagram.com/katiapereiraa/ 
Instagram do Blog: https://instagram.com/blogevangelico/ 




Bibliografia: Livro:”Jesus existiu? Ou não? de Bart D.












Similar Articles

PENA DE MORTE PARA QUEM E... “Se os muçulmanos fossem verdadeiramente confiantes de que sua religião é verdadeira, eles não teriam medo de pessoas que leem a Bíblia”, disse Joel Richardson, autor americano.A
Ensino do islamismo no Br... Entre os muitos projetos que tramitam no Congresso, um tem chamado atenção de parlamentares religiosos. O Projeto de Lei 1780/2011 propõe incluir no currículo oficial da rede de ensino “a
Ameba mortal que devora c... Uma ameba destruidora de cérebros foi encontrada nesta quinta-feira, no sistema de água de Louisiana, nos Estados Unidos. As informações são do NBC News.As infecções com a
A cruz me salvou Esta cena me salvou: A imagem de Cristo na Cruz Um de meus amigos ia todo dia à noite nadar numa piscina coberta. Sempre via um homem
FALANDO SÉRIO! A MULHER ... Fiquem sobre a paz do Altíssimo DEUS!
SÉRIE: PROFECIAS BÍBLIC... “Por tanto, profetiza, e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Eis que abrirei a vossa sepultura, e vos farei sair dela, ó povo meu, e vos trarei
A dor em ver sua família... Neste dias onde tudo parece normal, onde tudo é liberado, sem culpa, algumas pessoas ainda insistem em se preocupar, angustiar-se pela verdade de que sua família está
Cristão argelino preso r... Depois de ter postado nas mídias sociais a frase: “a luz de Jesus brilha sobre as mentiras do islã e de seu profeta”, o cristão foi preso
Mulher pode ser Pastora? ... Respostas aos Argumentos Usados em Favor da Ordenação de Mulheres. Oferecemos aqui respostas aos argumentos geralmente empregados em favor da ordenação de mulheres para o ministério pastoral.1.     Deus
Barack Obama compara os c... Este sujeito fede a anticristo… O que ele quer mesmo é defender publicamente os jihadistas do ISIS, pois ele mesmo os financia, sendo ele muçulmano, e também

2 comments on “Referências Históricas Romanas a respeito de Jesus Cristo.”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *